fechar menu 

Guia de viagem Irão

 
 

Quando estás a planear as tuas merecidas férias, talvez nem penses na região do médio oriente, uma das mais belas e ricas no mundo a nível histórico e cultural. E se o fizeres, talvez te fiques pela Turquia ou pelos Emirados Árabes Unidos. Pois bem, hoje vamos apresentar-te uma nova sugestão irrecusável: o Irão.

Informação essencial para visitares o Irão

 
 

Língua:

A língua oficial do Irão é o Persa. Como existe muita diversidade étnica, poderás deparar-te com outras línguas, como o Turco, Curdo, Baluchi, Arménio e Árabe.

Moeda:

Rial iraniano (IRR)

Vistos:

Para entrar no Irão, qualquer viajante precisa de um visto! Deve primeiro preencher um formulário online (http://evisa.mfa.ir/en/). Só depois de receber uma aprovação, poderá dirigir-se à Embaixada do Irão em Lisboa e entregar os documentos necessários e realizar o pedido do visto. O visto poderá ainda ser tratado quando chegar a algum aeroporto iraniano.

Média de custos:

Alojamento em quarto duplo: 30€ - 180€

Refeição (por casal): 10€ - 30€

Aluguer de carro por dia: A partir de 65€

Excursões: 5€ - 20€

Revolut para o Irão:

Muitos são os receios e preocupações quanto aos gastos, câmbios e segurança das transações em viagem. Nós usamos o Revolut, porque constatámos que é a forma mais segura para efetuar pagamentos e levantamentos em qualquer parte do mundo, a que representa menos custos e a que nos dá a longo prazo a possibilidade de recuperar algum do dinheiro investido nas nossas viagens. Vê aqui o artigo onde te explicamos todas as vantagens ao utilizares o cartão Revolut. Se quiseres pedir já o teu cartão Revolut gratuitamente, solicita-o através deste link (nós oferecemos-te os portes de envio de 5.99€).

Aeroporto principal:

Localizado em Teerão, o Aeroporto de Tehran-Imam Khomeini é o mais importante. É onde se concentram todos os voos internacionais para destinos no Médio e Extremo Oriente, os principais pontos da Europa e alguns pontos da África, entre outros.

Cuidados de saúde:

Se vais viajar para o Irão, todas as tuas vacinas devem estar em dia. Na Consulta do Viajante, vão poder ainda aconselhar-te a tomar a da Hepatite A, Febre Tifóide, Poliomielite, Raiva e Febre Amarela. Para mais dicas, lê este artigo sobre como preparar a vossa farmácia de viagem.

Seguro de viagem para o Irão:

Viajar com um seguro de viagem, foi algo que só com experiência (e algumas situações menos agradáveis) percebemos ser essencial. Não é só a tranquilidade que isso traz que nos permite aproveitar ao máximo a viagem, mas também a comodidade de saber que aconteça o que acontecer temos sempre uma alternativa ou solução. Criámos um artigo ("Qual o melhor seguro de viagem para a Ásia?") que te explica porque não deves abdicar de um seguro quando viajas para Ásia e te indica qual o seguro de viagem mais adequado ao teu destino. Simula e compra através deste link o teu seguro IATI para o Irão (os seguros de viagem que confiamos) e nós oferecemos-te 5% de desconto.

Quando ir ao Irão:

Época alta: Março — Maio

— Temperaturas ideais na maior parte do país. Irás deparar-te com um clima ameno.

Época média: Julho — Outubro

— Nestes meses, o clima está mais quente. Em Setembro e Outubro, a temperatura está mais moderada.

Época baixa: Novembro — Fevereiro

— Tempo frio, ótimo para esquiar. Poderá deparar-se com algumas estradas cortadas.

É difícil estabelecer uma estação ideal para visitar o Irão pois é um país extremamente vasto em ofertas turísticas.  Na nossa opinião deves evitar os meses de Verão por causa do calor sufocante e os meses de Inverno por causa da frieza intensa.

Porque deves visitar o Irão?

 
 

As razões para visitares o Irão são intermináveis, a começar pelo facto de que poderás viver uma cultura totalmente nova, num ambiente inesquecível. Para onde quer que olhes nos destinos turísticos iranianos, vais desejar ter muito mais tempo para explorar cada recanto. O Irão foi um centro indispensável no desenvolvimento da civilização, na era do Império Persa. Tudo o que podes e deves visitar no Irão respira essa riqueza remota e todo o seu peso histórico.

Para juntar o útil ao agradável, viajar por estas bandas sai barato, assim como é comum nos destinos do médio oriente. Quer prefiras andar de mochila às costas ou instalar-te num luxuoso resort, podes estar seguro de que vais gastar consideravelmente menos do que na Europa ou na América. A comida, o alojamento, os transportes, tudo é bastante acessível.

Adicionalmente, vais ficar surpreendido com o alto nível de hospitalidade dos habitantes iranianos, particularmente para com os turistas, os quais consideram como convidados no seu lar.

Finalmente, sendo o Irão um país bastante extenso, não podemos deixar de frisar a fabulosa diversidade de paisagens, climas e atividades para escolher. Neve, calor, montanhas, praia. Se decidires fazer-te à estrada pelo vasto território, é como que possas usufruir das quatro estações numa questão de dias.

Top 10 de lugares a visitar no Irão

Shiraz

Shiraz é a cidade onde se encontram as incríveis Persépolis e Pasárgada. Mas vamos falar delas mais à frente. Shiraz é um centro interessantíssimo de história e cultura, onde podes visitar Aramgah-e Shar-e Cherag-a, um complexo surpreendente de edifícios, mesquitas e mausoléus. A Mesquita Nasir-al-molk, mundialmente conhecida como a Mesquita Rosa, também é uma paragem fundamental.

 
 

Teerão

A magnífica cidade do Teerão é a capital iraniana. Esta verdadeira metrópole, dinâmica e vibrante, tem mais de oito milhões de habitantes. Embora o trânsito seja constante em Teerão, e em certas alturas até caótico, o movimento urbano não consegue detrair a tua atenção da natureza bela e marcante. As montanhas ao redor da cidade e os incontáveis parques no seu interior são dignos não só de fotografar, mas de parar, apreciar e descobrir.

No Irão, não podes deixar de explorar os bazares. E a capital reserva-te um dos mais icónicos e tradicionais, o Grand Bazaar, repleto de têxteis, bijuteria, comida, temperos e louças.

Para uma vista panorâmica de cortar a respiração, visita o Teto de Teerão. Outros pontos de muito interesse que recomendamos na megacidade são: o Palácio Golestan, o Museu Nacional e a Torre Azadi.

 
 

Naqsh e Rustam

Este ímpar local arqueológico, onde até se encontram sepulturas de reis, foi outrora um ponto vital de devoção de povos elamitas. Descobertas ao longo dos anos de vários objetos associados à vida e aos ritos das populações, fazem de Naqsh e Rustam uma verdadeira fonte de conhecimento sobre o que há muito tempo se passou.

 
 

Persépolis

A fascinante “Cidade Persa” conta a história dos tempos mais remotos do Primeiro Império Persa, no século VI a.C. Considerado Património Mundial da UNESCO, este destino é absolutamente obrigatório para quem visita o Irão. As construções e os artefactos que lá vais poder apreciar constituem marcos de valor incalculável para entender as origens do Irão e do desenrolar da história humana ao longo dos séculos.

 
 

Yazd

O Irão exibe alguns dos melhores exemplos mundiais de arquitetura religiosa, especialmente na ímpar cidade de Yazd. Aqui, três pontos são de visita essencial: a Mesquita Jameh (ou Mesquita Azul), o Templo do Fogo e a Torre do Silêncio.

O Templo do Fogo e a Torre do Silêncio são dois dos poucos monumentos que ainda restam da época em que a principal religião no Irão era o Zoroastrismo, e não o Islamismo. Yazd é um dos locais iranianos onde ainda há relativa liberdade para praticar esta devoção milenar.

 
 

Isfahan

Esta cidade situada mais no interior é absolutamente grandiosa. Concilia de forma fantástica uma população jovem e moderna, com alguns dos pontos históricos, paisagísticos e religiosos mais belos no Irão, incluindo mesquitas, parques, praças e pontes.

Alguns locais que temos de recomendar são: o Bazaar, a Mesquita de Imã Khomeini, a Ponte dos 33 Arcos e a Mesquita Sheik Lotfollah. Mas em Isfahan, vais rapidamente descobrir que te encontras num museu disfarçado de cidade, onde vale a pena visitar praticamente tudo.

 
 

Abyane

Esta vila é um autêntico monumento vivo, onde apenas os residentes de mais idade se mantêm, mas que os visitantes estão a ajudar a não deixar ser esquecido. O barro vermelho, típico da região, reina na paisagem. A visita a Abyane é pitoresca e agradável.

 
 

Pasaargard

Perto de Persépolis, esta cidade histórica, igualmente Património Mundial da UNESCO, é mais uma capital antiga que te permite vislumbrar os tempos do Primeiro Império Persa. Embelezada com jardins, fontes e ruínas, Pasárgada, embora seja isolada, é imperdível.

 
 

Qom

A cidade de Qom é o maior centro da adoração xiita no mundo, e um lugar importante de peregrinação. A mesquita Fatima Masumeh é um ponto de visita crucial. E se adoras um bom miradouro, o Khezr Hill dá-te a vista deslumbrante que procuras.

 
 

Deserto de Varzaneh

A um pouco mais de 100km de Isfahan, chegas ao fabuloso Deserto de Varzaneh. A localização conveniente, rara quando falamos em desertos, faz com que esta seja uma das melhores oportunidades ao redor do mundo para experienciares este tipo de paisagem e ambiente. Até podes acampar durante a noite e deslumbrar-te com as estrelas no céu, totalmente intocado pelas luzes urbanas.

 
 

Tens que provar no Irão

Sim, tens de experimentar os deliciosos kebabs no Irão, mas para não nos ficarmos só pelo que já sabes, aqui estão três novas recomendações para descobrires e saboreares.

Caviar

Os iranianos orgulham-se da qualidade incomparável do caviar que recolhem no Mar Cáspio. O país é o segundo maior produtor da iguaria no mundo. Mesmo no Irão, onde tudo é relativamente barato, o caviar fica um pouco puxado. Mas se, pelo menos uma vez na vida, queres experimentar, então mais vale escolheres o de extrema qualidade. E esse é, sem dúvida, o do Irão.

 
 

Dizí

O típico Dizí consiste em carne de cordeiro cozida, acompanhada de batata, grão e feijão, e claro, as mais deliciosas especiarias. Os pães que são servidos com este prato chamam-se lavash.

 
 

Sabzi Khordan

Uma das entradas mais apreciadas pelos locais e pelos visitantes, o Sabzi Khordan é uma dose de queijo feta, pontuado com ervas, e servido com pão e azeitonas. As ervas mais utilizadas nesta iguaria são cebolinho, coentros, hortelã e manjericão.

 
 

Onde ficar no Irão

Quando viajamos, sentimos que o sítio onde ficamos alojados pode valorizar ainda mais a experiência que estamos a viver. A localização, a vista, o conforto, entre muitos outros factores, é algo que gostamos de ter em conta.

É através do Booking.com que encontramos a melhor opção. Temos um guia que te pode ajudar nesta decisão importante. Vê o artigo “Guia para reservar alojamento com o Booking.com” ou começa já a tua pesquisa para qualquer tipo de alojamento para o Irão através deste link. Em baixo, deixamos-te a nossa seleção de três hotéis incríveis no Irão!

Parsian Azadi, Teerão

Escolha dos viajantes em 2019, este hotel tem uma localização perfeita e é unanimemente adorado pelos hóspedes. Todo o tipo de tipologias de quartos e os serviços de maior requinte estão à tua disposição.

 
 

Espinas Palace, Teerão

De arquitetura e decoração sumptuosas, e com uma vista fenomenal, mas mesmo assim com uma boa relação qualidade-preço, este hotel vai deixar-te de queixo caído.

 
 

Shiraz Grand Hotel, Shiraz

De construção distinta, este hotel é considerado por muitos o ponto de hospedagem obrigatório para quem visita a cidade, igualmente obrigatória, de Shiraz. Piscinas, ginásios, atividades nas montanhas – não falta o que ver, fazer e desfrutar.

 
 

Já sabes onde parar, o que visitar, o que comer e onde ficar! Começa já a planear uma viagem que nunca irás esquecer a um dos países mais surpreendentes do mundo.

5% de desconto em seguros de viagem!

Somos embaixadores da IATI e temos descontos exclusivos para ti.

Info Seguros de Viagem

Subscreve a nossa newsletter

Segue-nos!

Não percas nenhuma aventura dos honeymooners: